Oração do dia 26/06

Evangelho do dia comentado

26 de junho de 2020

Senhor, nosso Deus, dai-nos por toda a vida a graça de vos amar e temer, pois nunca cessais de conduzir os que firmais no vosso amor. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Mateus 8, 1-4
Aleluia, aleluia, aleluia.
Cristo tomou sobre si nossas dores, carregou em seu corpo as nossas fraquezas (Mt 8,17).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.
8 1 Tendo Jesus descido da montanha, uma grande multidão o seguiu.
2 Eis que um leproso aproximou-se e prostrou-se diante dele, dizendo: “Senhor, se queres, podes curar-me”.
3 Jesus estendeu a mão, tocou-o e disse: “Eu quero, sê curado”. No mesmo instante, a lepra desapareceu.
4 Jesus então lhe disse: “Vê que não o digas a ninguém. Vai, porém, mostrar-te ao sacerdote e oferece o dom prescrito por Moisés em testemunho de tua cura”.
Palavra da Salvação.

Comentário do Evangelho:

QUERO FICAR LIMPO!

O desejo do leproso de ser purificado tem dupla dimensão. Uma toca o nível fisico-corporal, a outra, um nível mais profundo, que podemos chamar de espiritual. Quando o homem aproximou-se e reconheceu que, se Jesus quisesse, poderia curá-lo, estava pensando apenas no primeiro nível. Entretanto, foi atendido muito além de suas expectativas. Foi purificado também de uma contaminação que, talvez, não chegava a perceber, pois era. uma impureza imperceptível para os olhos.

A cura imediata da lepra representou para aquele homem algo de espetacular. Doravante, poderia recuperar sua cidadania religiosa e civil, deixando de ser um marginalizado, um excluído pelo preconceito social. Dera um primeiro passo na direção da re-humanização!

Jesus, porém, queria muito mais. Estava interessado em purificar o que deveras contamina as pessoas e o desumaniza: o seu coração. Dele provém toda sorte de maldade e injustiça, frutos do egoísmo que afastam o ser humano de Deus e o impedem de ter um relacionamento fraterno com o próximo. Importa, sobretudo, que a misericórdia de Jesus torne puro o mais íntimo do ser humano. A cura da lepra tornou-se, de certo modo, secundária, se comparada com esta cura mais radical. Que adianta ser sadio, não estar contaminado por doenças, se o coração está maculado pelo egoísmo?

Fonte: Dom Total.

Sobre o autor

Paróquia Imaculado Coração de Maria

[email protected] Avenida Getúlio Vargas, 1193 - Rebouças - Curitiba/PR (41) 3224.9574 - Secretaria Paroquial