Agradecimento pelas festividades do Coração de Maria

Comigo engradecei ao Senhor Deus, exaltemos todos juntos o seu nome!
(Sl 116,4)

É com o coração agradecido que escrevo estas linhas para expressar o reconhecimento e a gratidão de todos os que colaboraram com a Festa do Imaculado Coração de Maria (29/06) e com a Festa Julina (06/07). Foram semanas de preparação, reuniões, planejamento, cansaço…para que a comunidade pudesse desfrutar desses dois momentos importantes em nossa Paróquia.


A festa permite que um determinado grupo se aproprie de sua identidade, pois gera solidariedade e fortalece a comunidade. Não poderia ser diferente em uma comunidade paroquial: também a festa está imbuída de sentido cristão, sobretudo por fortalecer os vínculos sociais e o sentido celebrativo da existência, elementos tão importantes para nossa fé.


Sei que há inúmeras pessoas que contribuíram de diversas formas, vários rostos e nomes. Para não prolongar gostaria de elencar, através das suas contribuições, minha gratidão:

  • Primeiramente à coordenação do CPP e todos os agentes de pastoral que abraçam com todo empenho o trabalho pastoral em nossa comunidade. O diálogo e o caminhar juntos das Pastorais e Movimentos da Paróquia nesses momentos festivos expressam a grandeza da comunhão eclesial e da riqueza que brota quando se respeita a diversidade de dons e a complementariedade dos serviços.
  • Ao CAEP pela seriedade e compromisso com a parte financeira, além de outros serviços que abraçaram com muita motivação.
  • Às mulheres que dedicaram vários dias na cozinha, tanto na preparação do Bolo do Coração de Maria, quanto da Festa Julina. A alegria e a dedicação de vocês na preparação das comidas e bebidas é algo digno de expressar como testemunho da alegria do serviço. Já dizia o poeta moçambicano Mia Couto: “cozinhar é um modo de amar os outros”.
  • Aos patrocinadores dos prêmios, prendas e dinheiro, sejam individuais ou coletivos, como fizeram as pastorais e movimentos, obrigado por permitirem que o bingo e as brincadeiras nas barracas fosse um momento de alegria e diversão. Sobraram vários prêmios e prendas para os próximos eventos. A generosidade é uma marca de nossa paróquia.
  • Ao Vitor Ilidio, do grupo de jovens, que fez a arte do logo da Campanha do Restauro da Igreja. Parabéns pela criatividade e profissionalismo.

Quando me perguntaram qual seria o específico do Bolo do Coração de Maria, minha resposta foi: “se Santo Antônio é casamenteiro e Santa Rita é das Causas Impossíveis, imagine o Coração da Mãe!”. O que era uma pouco de humor e motivação para o Bolo, tornou-se concreto, em pequenos relatos que pude ouvir, cheios de ternura, como de uma pequenina que pediu e alcançou a graça de ter um sono tranquilo.


Enfim, a todos os que participaram direta ou indiretamente na preparação, na ambientação e, sobretudo, realização das festas, minha gratidão, que se expressa nestas palavras limitadas e no louvor a Deus por tornar, cada dia, nossa comunidade uma grande família.


O êxito maior da Campanha do Restauro da Igreja não é o financeiro, que é importante para conseguir a restauração do nosso templo, mas sim a comunhão das pedras vivas que compõem o Templo do Senhor. Para mim esse é maior diferencial de nossas festas: não sucumbir à lógica do mercado e do consumo que busca apenas o lucro. A festa prolonga, de certa forma, os sacramentos, um sinal da eternidade no tempo. Não percamos esse objetivo.

Deus abençoe cada um de vocês e seus familiares e o Coração de Maria, expressão do lugar onde todos podemos sentir o aconchego Materno, interceda por todos.

Padre Eguione Nogueira, cmf

Galeria – Bolo do Coração de Maria – CLIQUE AQUI para ver as fotos.

Sobre o autor

Padre Eguione Nogueira

Missionário claretiano, nasceu em Ceres-GO aos 15 de fevereiro de 1987. Ingressou no Seminário Menor da Congregação dos Missionários Claretianos em Pouso Alegre-MG no ano 2002, cursando o Ensino Médio. Entre os anos 2005 e 2007 cursou Filosofia nas Faculdades Claretianas de Batatais-SP. Fez o noviciado na cidade de Cochabamba-Bolívia, onde emitiu os Primeiros Votos Religiosos no ano 2009. Entre os anos 2009 e 2013 cursou Teologia no Studium Theologicum de Curitiba-PR, sendo que em 2011 fez uma experiência apostólica em Moçambique. Foi ordenado presbítero no ano 2014 e destinado a trabalhar na cidade de Contagem-MG como vigário paroquial e auxiliar de formação. Entre 2015 e 2017, estudou Teologia Pastoral na cidade de Madri. Atualmente é Pároco na Paróquia Imaculado Coração de Maria em Curitiba/PR, e professor no Studium Theologicum.