santo ambrosio - capa

Oração do dia 27/07

Ó Deus, sede generoso para com os vossos filhos e filhas e multiplicai em nós os dons da vossa graça, para que, repletos de fé, esperança e caridade, guardemos fielmente os vossos mandamentos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Ofício das Leituras – Liturgia das horas

Segunda Leitura
Dos Comentários sobre os Salmos, de Santo Ambrósio, bispo

(Ps 43,89-90:CSEL 64,324-326) (Séc.IV)

A luz de tua face foi marcada sobre nós

Por que voltas o rosto? Julgamos que Deus vira o rosto, quando estamos em qualquer
aflição, de modo que as trevas se espalham sobre nossos afetos e, assim impedidos, não
conseguimos encher os olhos com o fulgor da verdade. De fato, se Deus olhar para
nosso espírito e se dignar visitar nossa mente, podemos estar certos de que coisa alguma
nos envolverá de escuridão. Na verdade, se o rosto do homem brilha mais do que todas
as partes do corpo e, fitando-o, ficamos conhecendo alguém antes desconhecido ou
reconhecemos o já conhecido, que não se furta a nosso olhar, quanto mais o rosto de
Deus iluminará a quem olha!

Também nisto, como em tantas outras coisas, o Apóstolo, verdadeiro intérprete de
Cristo, é muito claro para iluminar nossas mentes com melhor palavra e sentido. Assim
diz: Porque Deus, que ordenou à luz resplandecer nas trevas, refulgiu em nossos
corações para o esclarecimento da ciência da glória do Senhor na face do Cristo Jesus.
Sabemos, pois, onde Cristo em nós refulge. É o fulgor eterno das mentes, que o Pai
enviou à terra para que em seu rosto resplandecente possamos contemplar as realidades
eternas e celestes, nós que éramos antes presa da escuridão terena.

Por que falo de Cristo, quando até o apóstolo Pedro disse ao paralítico de nascimento:
Olha para nós? Olhou para Pedro e foi iluminado com a graça da fé; não teria
recuperado a saúde se não fosse fiel em acreditar.

Tamanha glória já enchia os apóstolos, mas Zaqueu, tendo ouvido dizer que o Senhor
Jesus passaria, subiu a uma árvore, pois era pequeno e não podia vê-lo no meio da
multidão. Viu Cristo e encontrou a luz. Viu, portanto, aquele que tirava dos outros e dá
do que é seu.

Por que voltas o rosto? – quer dizer: mesmo que afastes, Senhor, teu rosto de nós, no
entanto, foi marcada em nós a luz de tua face, Senhor. Guardamos tal luz em nossos
corações e no íntimo da alma ela refulge. Na verdade, ninguém pode subsistir se
desviares o rosto.

Fonte: Liturgia das Horas.

Sobre o autor

Paróquia Imaculado Coração de Maria

pcormaria@pcormaria.com Avenida Getúlio Vargas, 1193 - Rebouças - Curitiba/PR (41) 3224.9574 - Secretaria Paroquial

Deixe um Comentário