pcor-login

Por Maria, com Maria, sempre Maria.

Maria, muito melhor que qualquer outra mãe, conhece e vê os socorros de que necessitamos para viver, os perigos públicos e particulares que nos ameaçam, as angústias e males que nos oprimem, e, sobretudo, a luta encarniçada que havemos de sustentar com os inimigos da salvação. Nestas e noutras dificuldades da vida, melhor do que ninguém, pode ela generosamente e deseja ardentemente proporcionar a seus filhos queridos consolação, força e toda espécie de auxílios.
Papa Leão XIII.

Deus depositou a plenitude de todo o bem em Maria, para que nisto conhecêssemos que tudo que temos de esperança, graça e salvação, dela deriva até nós.
S. Boaventura.

Texto em Comemoração aos 80 anos do Movimento das Capelinhas em nossa Paróquia:

"O Movimento das Capelinhas difunde o culto familiar prestado a Deus por intermédio de Maria. Começou em 1888, no Equador, numa cidade chamada Guayaquil. Quem iniciou o movimento foi o Cônego José Maria Santistevan, da Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria (Claretianos) que, vendo as dificuldades das famílias, o materialismo, a falta de fé entre os jovens, chegou à conclusão de que só a presença constante da Mãe de Jesus poderia ter uma solução. Começavam a nascer os principais objetivos do Movimento das Capelinhas: oração em família, diálogo e comunhão. Inicialmente, o movimento recebeu o nome de “Visita Circundante do Imaculado Coração de Maria”. Portanto, no dia 26/08/1988 nascia o Movimento das Capelinhas, renovando e atualizando a peregrinação da jovem de Nazaré, de casa em casa, com a missão de levar Cristo aos lares. O movimento rapidamente se espalhou pelo mundo, chegando ao Brasil na época da Primeira Guerra Mundial, em 1914, na cidade de Belo Horizonte/MG. O Movimento das Capelinhas na Arquidiocese de Curitiba teve seu início em 29/08/1937, na Paróquia do Imaculado Coração de Maria, confiada à Congregação dos Missionários Claretianos. Quem implantou o movimento foi o Pe. Roberto Pérez cmf, que já conhecia os frutos que o movimento colhera na Espanha e no Brasil. O Pe. Roberto começou a bater de porta em porta falando do seu plano, expondo os benefícios que a família receberia de Maria e o grande impulso espiritual para a paróquia. Depois de muitas visitas conseguiram duas famílias que se prontificaram a ser coordenadoras do movimento na paróquia: Alcebíades e Sofia Dall’Stella, Aurora Buzatto e esposo. Imediatamente se inscreveram 30 famílias para cada capelinha e assim as 60 famílias paroquianas abriram a porta de seu lar. Da Paróquia Imaculado Coração de Maria, o Movimento se espalhou para outras paróquias da arquidiocese.

Missa em Comemoração aos 80 anos no dia 19/08 às 16h. Esperamos você!

Objetivos do Movimento das Capelinhas:
  • Evangelizar as famílias pela visita de Maria na capelinha, como um instrumento propagador da Palavra de Deus, favorecendo a união fraterna, especialmente a do terço;
  • Propagar a devoção a Nossa Senhora;
  • Despertar as vocações sacerdotais e religiosas, incentivando-as espiritualmente e materialmente;
Objetivos em nossa paróquia:
  • Fortalecer a identidade do movimento na paróquia;
  • Potencializar ações evangelizadoras entre as famílias que recebem as capelinhas;
  • Viver a comunhão com a Igreja Particular;
  • Investir na formação de novas mensageiras das Capelinhas;
  • Rezar e promover as vocações.
  • Quer saber mais sobre a(o) Movimento das Capelinhas?

    Preencha o formulário abaixo para entrarmos em contato.